8.11.05

Viagem do tempo

No ônibus, a janela é sempre dela. Viajam revezando abraços, risadas, conversas e mãos dadas. Enrugadas. Olham para mim com saudades de um tempo que já passou. Devolvo o olhar sorrindo, curiosa para saber o que ainda será vivido. A cada parada em sua jornada, um carinho. Ele se apóia no ombro dela, como já o fez em tantos momentos. Observo, indiscreta. Desço do ônibus, ansiosa para viver. Eles olham um para o outro e cada um para si. Sorriem da minha ansiedade. Tranqüilos, seguem viagem. Viajam pelo tempo e desejam-me, secretamente, um amor que não tenha idade.

7 Comments:

Anonymous Julia said...

Que bom que você voltou a escrever ... fez muita falta

8:20 AM  
Anonymous Fabiola said...

Ate q enfim!! Tava de greve? Valeu a pena esperar, lindo, lindo o texto, amei!

10:03 AM  
Blogger Luiza Voll said...

Fa, vc é fofaaaa! Vamos encontrar denovo todo mundo? Beijos

11:49 AM  
Blogger Lucas Viggiani said...

Vc está de volta com suas palavras lindas..... obaaaaaaaaaaaa!!!!

1:40 PM  
Blogger Nilson Barcelli said...

Luiza,
Já há muito tempo que nos conhecemos. Mas também já há muito tempo que nos esquecemos de ler o blogue um do outro. Até que um clic qualquer me despertou a curiosidade (ou a saudade?) de ver o que anda a escrever.
Li tudo o que escreveu, daqui até ao "Isso aqui está parecendo Londres"... E gostei. Continua a escrever coisas com interesse para serem lidas.
Como a historinha de hoje, pequena no tamanho mas enorme no que transmite.
Acho que já matei um pouco as minhas saudades...
Beijinhos

4:47 AM  
Anonymous Fabiola said...

Vamos, eh so marcar!! Nao podemos ficar so esperando niver de alguem p encontrar e sumir assim nao... apesar d q acho q eu e Thais somos as mais sumidas neh... mas vamos combinar sim!!!

8:54 AM  
Blogger superid said...

bom "te-la" de volta. bom le-la de novo.

6:55 PM  

Postar um comentário

<< Home