27.6.05

Ele conheceu uma mulher casada.
Fingiu ser irresistível.
A mulher sentiu se desejada.
Fingiu ser a mais bela delas.
O marido descobriu de imediato.
Fingiu ser muito macho.
Pegou a mulher e o amante no ato.
Fingiu ser invencível.
Deixou o amante desesperado.
Fingiu que era invisível.
Saiu de fininho pela porta.
Mulher disse que pouco importa.
Tinha medo de ser morta.
Marido certificou-se que ninguém mais sabia.
Cada um foi embora em seu carro.
Fingiram que esqueceram.
Viveram.

2 Comments:

Blogger Nilson Barcelli said...

Gostei do seu blogue.
E do que escreveu no seu perfil.
A gente pode ser estranha, mas depois se entranha...
Beijinhos.

7:27 AM  
Blogger não importa said...

Vou ser repetitiva, mas já disse que adoro esse tipo de produção?

9:42 AM  

Postar um comentário

<< Home